Ideologia de Gênero: o perigo assola novamente nosso Brasil. Diga NÃO!

15/06/2015 Política 3 Comentários

Por Melissa Bergonso

Este blog não é de notícias, mas algumas não podem ficar de fora por tratarem-se de temas que possuem relação direta com o catolicismo, que afrontam a moral cristã e os bons costumes, e uma delas é a famigerada “ideologia de gênero”, que visa desconstruir e nivelar todas as diferenças naturais entre o homem e a mulher, dizendo que essas diferenças foram “criadas pela sociedade”.

É importante que todos saibam que até o dia 24 de Junho TODOS os municípios do Brasil deverão votar os seus Planos Municipais de Educação, que valerão para a próxima década. Prestem atenção: valerão para a próxima década, ou seja, pelos próximos 10 anos! A questão é que a “ideologia de gênero” novamente está sendo socada goela abaixo no povo brasileiro, e foi colocada nas metas dos Planos Estaduais e Municipais de Educação, em contradição com o Plano Nacional de Educação, que deveria servir de base aos demais. A menção à “igualdade de gênero” foi, pela graça de Deus, retirada do Plano Nacional de Educação ano passado, então, a referência a gênero, à igualdade de gênero, à orientação sexual, à diversidade, ou a qualquer coisa que faça referência à ideologia de gênero não deveria estar contida nos Planos Estaduais nem Municipais de Educação. A re-introdução novamente da ideologia de gênero nos Planos de Educação é um desaforo e um desrespeito aos pais e às famílias que se manifestaram contra isto em 2014!!!

Já que o Estado está ignorando a população, nós, como cristãos, devemos nos posicionar contra essa estratégia desgraçada de fundo comunista-totalitária, de inserção de um assunto que já foi notadamente rechaçado pela maioria dos brasileiros num projeto de lei, e fazer-nos ouvir novamente pelos governantes que estão surdos aos nossos protestos e indignações! Para isto, devemos procurar nossos vereadores e deputados estaduais, e dizer-lhes para que digam NÃO À IDEOLOGIA DE GÊNERO nos Planos Municipais e Estaduais de Educação.

Hoje, aqui em Curitiba, será votado o Plano Municipal de Educação. Então, não perca tempo. Mande agora mesmo um email aos vereadores, ou então assine o Abaixo-Assinado contra a inserção da ideologia de gênero no Plano Municipal de Educação de Curitiba. Você que mora em outra cidade, em outro estado, não deixe de procurar seus vereadores e deputados e manifestar seu repúdio a essa ideologia que quer destruir a família e soterrar a moral cristã. Faça sua parte!! Quem puder, vá à Câmara Municipal na hora da votação fazer seu manifesto. As famílias brasileiras agradecem!

Para que sirva de alerta às famílias: O ESTADO NÃO TEM QUALQUER DIREITO DE SE INTROMETER EM ASSUNTOS DE FORO PRIVADO FAMILIAR, OU SEJA, NA EDUCAÇÃO QUE DAMOS AOS NOSSOS FILHOS, especialmente com relação à EDUCAÇÃO SEXUAL. Se ele se intromete nesses assuntos, assim como está querendo fazer por meio dessas cartilhas e planos de ensino de gênero etc., ele está usurpando um direito que não possui! E isto constitui um Estado totalitário, não democrático como se faz passar! O que mais me causa indignação é que querem incutir essa ideologia de gênero na cabeça das crianças, CRIANÇAS, em processo de formação de personalidade!!

Para quem ainda não entende o que é a ideologia de gênero e a quem ela serve, veja o vídeo abaixo:

Este outro vídeo abaixo, que acabei de ver no Maria Rosa Mulher, é pequeno mas bem explicativo:

Leia também os seguintes textos:

Também recomendo outros dois textos que provam, por A + B, que essa ideologia pode causar transtornos pessoais e tragédias familiares:

Faço um apelo aos cristãos de boa fé e boa conduta: vamos rezar a São José de Anchieta, cuja festa foi dia 9 de Junho. Ninguém, ou quase ninguém, conhece o imenso e lindo trabalho de catequização que ele fez com os índios do Brasil (os professores de história são ainda mais ignorantes nesta matéria, podem crer!). Longe de ser um educador qualquer, ele foi brilhante, tanto na evangelização quanto na educação infantil (farei um post sobre isto). Ele, primeiro que esses sequazes do demônio que estão trabalhando no Brasil sob o codinome de “democracia” e “educação”, viu que o futuro da Nação está nas crianças, e investiu suas forças na educação dos indiozinhos brasileiros, especialmente na questão da pureza, virtude que o atual governo despreza e quer soterrar sob o nariz dos pais e mães e da Nação inteira!!! Vamos rezar a este santo, que fazia inúmeros milagres ainda em vida, que promoveu o catolicismo no Brasil e por isto ficou conhecido como o Apóstolo do Brasil, que venha em nosso socorro mais uma vez, livrando-nos deste absurdo que é a “ideologia de gênero”, cujo único fim é a desconstrução e destruição da família, base da sociedade, e da inocência das nossas crianças, futuro da Nação!!!!

Nem todos compreendem a importância e a extensão do problema. A vitória da ideologia de gênero significaria a permissão de toda perversão sexual (incluindo o incesto e a pedofilia), a incriminação de qualquer oposição ao homossexualismo (crime de “homofobia”), a perda do controle dos pais sobre a educação dos filhos, a extinção da família e a transformação da sociedade em uma massa informe, apta a ser dominada por regimes totalitários. É a própria família brasileira que está em jogo. (Pe. Lodi da Cruz. O perigo do “gênero” em educação)

Salve Maria Imaculada, Mãe da Pureza, Mãe de Cristo, Rainha do Brasil!

São José de Anchieta, rogai pelas crianças do nosso Brasil!


Comentários ( 3 )

  • Olá Melissa, tudo bem ?!

    De fato o Estado não tem muitas coisas legítimas para tratar, não é mesmo- saúde, educação e segurança está uma maravilha…!!
    Eu não sou contra os grupos minoritários buscarem seus direitos civis desde que isto não configure a violação da dignidade de outrem. Mas impor a ideologia deles à qualquer custo é insanidade.
    Não podemos ser hipócritas que uma família é composta a partir da união de um casal hetero. Isso é lógico, antes de tudo. Admitir isso não é ofender outras pessoas que optam por outros modelos de convivência. Cada um que arque com as consequencias das suas escolhas.
    Agora com a moda do politicamente correto é cada vez mais arriscado debater esse tipo de assunto em qualquer roda de amigos, redes sociais pois somos taxados de preconceituosos. Nós respeitamos as pessoas, mas em contrapartida também precisamos ter nossas opiniões sendo levadas em consideração. Eu sempre digo para as pessoas- respeitar não significa concordar !!
    Abraços !!

    • Oi, Agatha!

      O que esses grupos minoritários buscam é a imposição de sua vontade à maioria dos brasileiros, a qualquer custo. Na realidade, esses grupos são usados como massa de manobra política. Porém, por detrás disso, há um plano mundial, diabólico, para destruir a família tal qual Deus a constituiu. Não é à toa que esse tipo de ideologia está sendo empurrada goela abaixo em todos os países do mundo! No site do Pe. Paulo Ricardo tem muito material sobre isso. Se você tiver curiosidade de ler mais sobre o assunto, acesse-o! Você vai se surpreender com as informações!!

      Um beijo!

Deixe uma resposta