Festa das Sete Dores de Maria Santíssima

Por Melissa Bergonso
Nossa Senhora das Dores

Hoje comemoramos a Festa das Sete Dores de Maria Santíssima. Deixo abaixo alguns textos para leitura e meditação.

  • Comemoração das sete Dores de Maria Santíssima (Santo Afonso Maria de Ligório): “Bem compete à Bem-Aventurada Virgem o título de Rainha dos Mártires, porque, semelhante em tudo a Jesus, sofreu, em toda a sua vida, no coração um martírio, ao mesmo tempo o mais longo e o mais doloroso. E o seu martírio não ficou estéril; muito ao contrário, produziu um fruto inestimável de vida eterna, de modo que todos os que se salvam, são disso devedores, depois de Jesus Cristo, às dores de Maria. Se nos queremos mostrar verdadeiros filhos da nossa aflita Mãe, imitemos a sua paciência e resignação…”
  • Frutos da meditação das dores de Maria Santíssima (Santo Afonso Maria de Ligório): “Por causa do imenso amor com que Jesus Cristo ama sua querida Mãe, são-lhe muito agradáveis os que com devoção meditam nas dores de Maria Santíssima, e inúmeras são as graças que lhes comunica. Mas infelizmente, quão poucos são os que praticam tão bela devoção! Muitos cristãos, em vez de se compadecerem das dores de Maria, lh’as renovam com seus pecados ou sua tibieza. Irmão meu, serás tu também um destes ingratos?..”
  • O martírio de Maria (Pe. Frederick William Faber): “Devemos estar preparados a encontrar as dores de Maria além do alcance de nossa imaginação, acima da possibilidade de nossa descrição. Podemos apenas contemplá-las com instrumentos que a fé e o amor fornecem, e perceber a beleza e a estranheza de muitos fenômenos que podemos somente imperfeitamente compreender…”
Outras meditações, por Santo Afonso de Ligório, de cada Dor de Maria Santíssima:

As Sete Dores de Maria Santíssima
Nossa Senhora das Dores, rogai por nós!

Deixe uma resposta