Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós e pela Santa Igreja Católica!

Por Melissa Bergonso
Nossa Senhora de LourdesNeste dia de hoje comemoramos a Festa de Nossa Senhora de Lourdes, que apareceu à Santa Bernadete como “A Imaculada Conceição”. Como em todas suas aparições, Nossa Senhora pediu para que fizéssemos penitência e rezássemos pela conversão dos pecadores.
O local das aparições de Lourdes é uma fonte de graças e milagres, e, na gruta das aparições, Nossa Senhora fez brotar uma fonte de água milagrosa. Muita gente recebe as curas ao beber a água da fonte ou ao lavar-se nela, e também ao receber a bênção dos doentes. Existem mais de 7.000 casos de curas milagrosas, comprovadas cientificamente, que não puderam ser explicadas pela medicina.[1]
Bento XVI renunciaTambém neste dia de hoje tivemos uma notícia que surpreendeu a todos (ou quase todos) os católicos: a renúncia do SS. Papa Bento XVI. Acredito que nada acontece por acaso, e que se o Santo Padre resolveu anunciar hoje sua renúncia, que se efetivará em 28 de Fevereiro, colocou-a sob o Manto da Virgem Santíssima.
Não há como negar que a Igreja passa por uma crise de Fé tremenda. É só olhar um pouco para os lados para observar a apostasia e falta de fé que tem tomado conta de fiéis e clérigos. Estamos em tempos antes nunca vistos! Temo pelo o que está por vir… Se em nossos tempos o mundo está caótico e a fé quase inexistente, como estará nos tempos vindouros, tempos em que nossos filhos viverão? Mas não nos desesperemos. Oremos para que o Santo Padre que será eleito tenha força para enfrentar os leões que querem derrubar a Igreja e destruí-la. Não o deixemos sozinho. Nós precisamos fazer nossa parte, como bons filhos. Nossa Senhora fez com que os exércitos da Prússia [protestante] batessem em retirada da França [católica] na I Guerra Mundial.[2] Acaso Ela não pode fazer o mesmo com os demônios que querem destruir a Santa Igreja de Deus?
Sigamos o conselho de Nossa Mãe do Céu. Façamos penitência, especialmente nestes dias de carnaval em que Jesus é extremamente ofendido. Ofereçamos nossos sacrifícios pela conversão dos pecadores, salvação das almas, e em desagravo dos Sagrados Corações de Jesus e Maria. Os santos repudiavam o carnaval e faziam as maiores penitências nestes dias, pois sabiam o quanto Nosso Senhor era ofendido pelos pecados da carne, e tinham consciência das milhares de almas que se perdiam por conta dos divertimentos impuros destes dias. Não fiquemos indiferentes! O pecado renova a Paixão de Jesus Cristo, pois:
Quem comete o pecado, contraria todos os desígnios amorosos de Jesus Cristo, inutiliza para si os frutos da Redenção, e, como diz São Paulo, pisa o Filho de Deus aos pés, despreza e profana seu sangue e renova a sua paixão e morte. Portanto, especialmente neste tempo de carnaval o Senhor é cada dia crucificado milhares de vezes. Imagina que são tantos os Calvários quantos são os antros do pecado. Ai, meu pobre Senhor![3]
Rezemos pela conversão do mundo, como nos pediu Nossa Senhora em Lourdes, em Fátima, e em tantas outras aparições [aprovadas pela Igreja]. Rezemos pela santificação dos sacerdotes e religiosos(as). Rezemos, especialmente, para que o novo Papa que será eleito possa conduzir a Igreja para o porto seguro, ancorado na Santíssima Eucaristia e na Virgem Imaculada, assim como profetizou São João Bosco. E que venha a vitória do Imaculado Coração de Maria!
—————
[1] Lourdes e suas aparições. Disponível em <http://lourdes-150-aparicoes.blogspot.com.br/2013/02/nossa-senhora-de-lourdes-o-essencial.html>. Acesso em 11/02/2013.
[2] Lourdes e suas aparições. Disponível em <http://lourdes-150-aparicoes.blogspot.com.br/2011/05/milagre-de-nossa-senhora-de-lourdes.html>. Acesso em 11/02/2013. Segundo o testemunho de um sacerdote e dois oficiais germânicos, Nossa Senhora apareceu no Céu, acima da rota de Paris, ordenando aos Prussianos para que voltassem. Aproximadamente 100.000 homens viram a Santíssima Virgem, porém foram obrigados pelo comando alemão a guardarem segredo sob pena de fuzilamento. A matéria saiu em um jornal católico chamado Le Courrier de la Manche, em 3 de janeiro de 1915. Entre os testemunhos noticiados, um dos soldados, no dia que recebeu a extrema-unção, disse o seguinte aos enfermeiros: “Os senhores me trataram com muita caridade, e eu quero fazer uma coisa pelos senhores contando uma coisa que aconteceu não a nosso favor, mas que vai ser de vosso agrado. Assim eu pagarei um pouco minha dívida. Se eu estivesse na frente de combate, eu seria fuzilado, pois foi dada proibição sob pena de morte de contar o que eu vou dizer agora. Os senhores ficaram maravilhados pelo nosso recuo tão súbito quando chegamos às portas de Paris. Nós não podíamos ir mais longe porque uma Virgem estava em pé diante de nós, com os braços estendidos, nos rechaçando cada vez que tínhamos ordem de avançar. Durante vários dias nós não soubemos se era uma das vossas santas padroeiras: Santa Genoveva ou Joana d’Arc. Depois, compreendemos que era a Santíssima Virgem que nos mantinha cravados no chão. No dia 8 de setembro, Ela nos empurrou para trás com tanta força, que todos fugimos como um só homem. Isto que eu vos digo, vós o ouvireis repetido mais tarde, pois fomos talvez 100.000 homens que a vimos.” (A. DENIZOT, Le Sacré-Coeur et la Grande Guerre, Nouvelles Éditions Latines, rue Palatine, 75006 PARIS, apud Lourdes e suas aparições. Disponível em <http://lourdes-150-aparicoes.blogspot.com.br/2011/05/milagre-de-nossa-senhora-de-lourdes_25.html>. Acesso em 11/02/2013).
[3] LIGÓRIO. Santo Afonso. Meditações: Para todos os Dias e Festas do Ano: Tomo Primeiro: Desde o primeiro Domingo do Advento até Semana Santa inclusive. Friburgo: Herder & Cia, 1921, p. 267. Disponível em: <http://www.mulhercatolica.org/2011/03/o-pecado-renova-paixao-de-jesus-cristo.html>. Acesso em 11/02/2013.

Deixe uma resposta