São Rafael Arcanjo – 24 de Outubro (Rito Tridentino)

São Rafael ArcanjoSão Rafael é um dos sete espíritos que estão sempre de pé na presença de Deus e que oferecem o incenso da adoração deles e da dos homens. Conhecêmo-lo pelo Livro de Tobias. «Quando oravas com lágrimas e sepultavas os mortos eu apresentava ao senhor as tuas orações». Como o Anjo que vinha agitar as águas da piscina Probática, veio Rafael curar a cegueira do velho Tobias. O seu título de médico admirável e de companheiro de viagem do jovem Tobias deu-lhe jus a ser invocado pelos viandantes e nos perigos mais difíceis da vida.
 
Louvamos, com sentimentos de veneração, todos os príncipes da corte celeste, mas particularmente o Arcanjo São Rafael, médico e companheiro fiel, que sujeitou o demônio ao seu império.
 
Ó Cristo, Rei de bondade, Vós que nos concedestes tão grande protetor, não deixeis que o inimigo nos faça mal (Hino de Vésperas).
 
Bento XV estendeu a festa de São Rafael a toda a Igreja.
 
*     *     *     *     *
Primeiras VÉSPERAS: Ant. de Magnificat. — Eu sou o Anjo Rafael que estou na presença do Senhor. Vós, porém, bendizei a Deus e proclamai as suas maravilhas. Aleluia.
 
V. O Anjo parou junto ao altar do templo.
R. Tendo na mão um turíbulo de ouro.
 
MISSAIntroito. Sl 102, 20
 
BENDIZEI ao Senhor todos os seus Anjos, poderosos em virtude, sempre prontos para obedecer à voz das suas ordens. Sl. Minha alma, bendize ao Senhor, e quanto em mim há, bendiga o seu santo nome. V. Glória ao Pai.
 
Oração. — Ó Deus, que destes por guia ao vosso servo Tobias o bem-aventurado Arcanjo Rafael, fazei que sejamos sempre defendidos e auxiliados com a sua proteção. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
Leitura do livro de Tobias (12, 7-15) — Naqueles dias disse o Anjo Rafael a Tobias: É bom conservar escondido o segredo do rei, mas é coisa louvável manifestar e publicar as obras de Deus. É boa a oração acompanhada de jejum, e dar esmola vale mais do que juntar tesouros de ouro; porque a esmola livra da morte, e é a que apaga os pecados e faz encontrar a misericórdia e a vida eterna. Mas o que cometem pecado e iniquidade são inimigos das suas almas. Eu, pois, vou descobrir-vos a verdade e não vos ocultarei o que está em segredo. Quando tu oravas com lágrimas e enterravas os mortos, e deixavas o teu jantar, e escondias os mortos em tua casa de dia e os enterravas de noite, eu apresentei as tuas orações ao Senhor. E, porque tu eras aceite a Deus, foi por isso necessário que a tentação de provasse. E agora o Senhor enviou-me a curar-te e a livrar do demônio a Sara, mulher de teu filho. Porque eu sou o Anjo Rafael, um dos sete que assistimos diante do Senhor.
 
Gradual (Tob 8, 3). — Rafael, Anjo do Senhor, prendeu e algemou o demônio. Grande é o nosso Deus, grande o Seu poder.
 
Aleluia, aleluia (Sl 137, 1-2). — V. Na presença dos Anjos, louvar-Vos-ei, Senhor. Prostrar-me-ei no Vosso santo templo e louvarei o Vosso nome, aleluia.
 
Continuação do Santo Evangelho segundo São João (5, 1-4). Naquele tempo: Houve uma festa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. Ora, há em Jerusalém a piscina Probática, que em hebreu se chama Betsaida, a qual tem cinco pórticos. Nestes jazia uma grande multidão de enfermos, de cegos, de coxos, de paralíticos, os quais esperavam o movimento da água. Porque o Anjo do Senhor descia em certo tempo à piscina e a água era agitada. E o primeiro que descesse à piscina, depois do movimento da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse. — Credo.
 
Ofertório (Apoc 8, 3-4). — O Anjo parou junto ao altar do Templo, tendo na mão um turíbulo de ouro. E deram-lhe muito incenso e o fumo dos aromas subiu à presença de Deus.
 
Secreta. — Nós Vos oferecemos, ó Deus, esta hóstia de louvor e humildemente Vos suplicamos, por intercessão do Vosso santo Anjo, que a recebais benignamente em proveito da nossa salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
Comunhão (Dan 3, 58). — Anjos do Senhor, bendizei todos ao Senhor. Cantai-Lhe um hino e glorificai-O por todos os séculos.
 
Depois da Comunhão. — Dignai-Vos, senhor, mandar em nosso auxílio o bem-aventurado Arcanjo Rafael e fazei que ele, que nós cremos na Vossa presença, Vos apresente, para que as abençoeis, as nossas pobres orações. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
Segundas VÉSPERAS: Ant. de Magnificat. — Ó gloriosíssimo Príncipe, Rafael Arcanjo, lembra-te de nós diante do Filho de Deus aqui e em toda a parte.
 
—————
Missal Quotidiano e Vesperal: por D. Gaspar Levebvre. Bruges: Desclée de brouwer & Cie, 1957, p. 1687-1690.
 
Leia também:

  • Comentários ( 2 )

    Os comentários estão fechados.