Música e Matrimônio » Introdução

10/02/2011 Música e Matrimônio Nenhum comentário

Por Melissa Bergonso

“O Matrimônio é um Sacramento instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo, que estabelece uma união santa e indissolúvel entre o homem e a mulher, e lhes dá a graça de se amarem um ao outro santamente, e de educarem cristãmente seus filhos”. (Natureza do Sacramento do Matrimônio – Catecismo de São Pio X)

=.=.=*=*=*=.=.=

Finalmente, trago a vocês, leitores, o prometido post sobre Música e Matrimônio. Na realidade, dividi o post em quatro artigos para facilitar a visualização e o entendimento do Rito do Matrimônio e das sugestões musicais para o mesmo. Procurei fazer algo bastante acessível e coloquei alguns exemplos musicais para determinados momentos da cerimônia e da Missa de Casamento (caso haja). As partituras indicadas possuem muito mais músicas, mas nem todas possuem gravação disponível, então somente coloquei aquelas que existem no YouTube.

Espero que este meu trabalho possa ajudar as pessoas que querem se casar no Rito Antigo, com ou sem Missa Tridentina.

Sacramento do Matrimônio » Algumas Explicações

O Sacramento do Matrimônio pode ser celebrado com ou sem Missa. Eu penso que um Matrimônio com Missa é muito mais rico e frutuoso, porém, em geral, o comum é somente ter a cerimônia do Sacramento do Matrimônio sem a Missa. O meu fiz questão de ser com Missa Tridentina, e posso garantir que foi maravilhoso, um pedacinho do Céu na Terra!

Caso o casamento seja sem Missa, o Rito do Matrimônio segue normal com as músicas tocadas somente antes do Matrimônio, na Entrada dos Noivos e na saída dos mesmos da Igreja.

Caso o casamento seja com Missa, têm-se duas opções: fazer a Missa cantada ou fazer a Missa rezada, logo após da recepção do Sacramento do Matrimônio.

Para a Missa de Casamento, o Missal Romano indica um Próprio específico, que é chamado Missa Pro Sponso et Sponsa. Caso o casamento caia num dia de Festa, a liturgia não será do Pro Sponso et Sponsa, mas sim da Festa do dia em questão.

Caso a Missa seja cantada, há determinadas partes que devem ser cantadas pelo padre celebrante e um coro deve cantar o Ordinário (partes fixas) e o Próprio (partes móveis) da Missa.

Caso o padre não cante nada e caso não seja possível ter um coro, mesmo que pequeno, para cantar as partes fixas e móveis da Missa, é melhor que a Missa seja então somente rezada.

Caso a Missa seja somente rezada, somente será preciso músicas para determinadas partes da Missa, tais como o Ofertório e a Comunhão.

Continue lendo:

Deixe uma resposta