Meditação

A meditação, ou oração mental, é “a arma mais poderosa para vencermos os inimigos da alma; é um tesouro inesgotável de riquezas espirituais e é a fonte de todos os bens” (São João Crisóstomo).

Todo bom cristão, cioso da santificação e salvação de sua alma, deve, todos os dias, fazer uns vinte minutos ou meia hora de meditação.
1º. Escolhe tempo, lugar e posição mais convenientes para evitar distrações e elevar teu coração a Deus.
2º. Lê, antes de te deitares, os pontos da meditação do dia seguinte, e o fruto que desejas tirar delas.
3º. Antes de principiares a meditação, põe-te na presença de Deus e reza, de joelhos, a oração “Antes da meditação”, despertando em tua alma os sentimentos que ela evoca.
4º. No decurso da meditação exercita as três potências da alma: a memória, recordando o passo, ou mistério que queres meditar; o entendimento, discorrendo e profundando acerca da verdade proposta, sua importância, vantagens, razões, conseqüências, etc.; e a vontade, inflamando-te em ardentes afetos e desejos de abraçar a virtude e a perfeição.
5º. Quando sentires a vontade movida e afeiçoada em algum ponto da meditação, detém-te nele, deixe que penetre bem na alma, e não passes a outra coisa senão depois de satisfeito.

6º. Se, durante a meditação, sentires distrações, aridez ou tentações, não desanimes nem te perturbes; resigna-te, continua com mais cuidado e tem confiança e perseverança no Senhor.
Esta aridez é talvez mais útil à alma que certas consolações sensíveis; e, vendo que perseveramos, unicamente para fazer a vontade divina, o Senhor se compadece de nós e nos enche de graças e favores.
7º. No fim da meditação toma sérias resoluções de emendar a vida e faze bons propósitos, que não sejam só desejos vagos e gerais de abraçar a virtude, mas que sejam práticos, atuais e de casos particulares. Depois faze colóquios a Jesus e Maria Santíssima, pedindo as graças que necessitas, e termina rezando a oração “Depois da meditação”.
Oração antes da meditação
Meu Deus e Senhor, * eu creio * com fé viva * que estais aqui presente. * Prostrado aos vossos pés * adoro-vos com o mais profundo respeito e filial amor. * Reconhecendo-me indigno de comparecer na vossa divina presença * peço-vos humildemente perdão dos muitos pecados da minha vida passada.
Senhor, iluminai a minha mente e robustecei a minha vontade com a vossa graça, * afim de que esta minha meditação seja para vossa glória * e sirva de proveito para minha alma.
Ó Maria, minha Mãe, * ó meu santo anjo da guarda, * assisti-me e guiai-me no decurso desta meditação.
Oração depois da meditação
Meu Deus, agradeço-vos de todo o meu coração o insigne benefício que me fizestes, * ensinando-me estas verdades tão salutares que acabo de meditar. * Abençoai, Senhor, os propósitos que fiz e que agora renovo aos vossos pés. * Dai-me graças para que não me deixe mais arrastar pelas minhas inclinações, * mas siga o caminho que me ensinastes * e vos ame e sirva nesta vida, para depois gozar convosco no céu.
Ó Maria, minha Mãe, abençoai-me.
Meu anjo da guarda, protegei-me.
Alguns livros aconselhados para meditação
  • Meditações para todo o ano, pelo venerável P. Luís de la Puente, S. J.
  • Meditações Práticas para todos os dias do ano, de B. Vercruysse (2 volumes).
  • Les Evangeliques – Vie de Jesus Christ meditée, B. Baudot, S. J.
  • A alma religiosa na solidão, Pinamonti.
  • O Divino Amigo, P. José Schrijvers.
  • Face à la vie, R. Plus, S. J.
  • Meditações para todos os dias do ano, por S. Afonso Maria de Ligório (3 volumes).
  • Meditações para todos os dias do ano, por M. Hamon (3 volumes).
  • Breves meditações para todos os dias, por Fr. Pedro Sinzig.
  • Meditações para todos os dias do ano, por P. Stix, C. SS. R.
  • Meditações para todos os dias do ano, pelo P. L. Bronchain, C. SS. R. (3 volumes).
  • Contemplações Evangélicas, pelo P. Júlio Maria, S. D. N.
  • Reflexões Evangélicas, pelo P. Alexandrino Monteiro, S. J.
  • O Padre ao altar, pelo P. Chaignon.
  • Aos pés do mestre, breves meditações para sacerdotes, pelo P. Hounder, S. J.
  • Preparação para a morte, por S. Afonso.
  • Piedosas meditações sobre a paixão de Nosso Senhor, por S. Afonso.
  • 275 meditações sobre os mistérios do Nascimento, da Paixão, da Ressurreição e do Altar, por um Padre Lazarista.
  • O alimento da alma cristão pela meditação da paixão de Nosso Senhor, pelo P. Désiré Pinart.
  • Meditações dos Atributos Divinos, pelo P. Diogo Monteiro.
____________________
Manual da Paróquia. Petrópolis: Vozes, 1950, p. 27-28 e p.591.

Comentário ( 1 )

  • boa noite Melissa,meditando o evangelho de hoje, a sabedoria humana é uma ignorância diante da SABEDORIA DE DEUS.
    Deus que é Amor infinito,dif erente do finito.
    O amor de DEUS que é nossa alegria e felicidade. a TRINDADE SANTA que completa o homem um amor inefavel,que não conseguimos explicar.
    como amo amo meu Deus mais meu amor é tão pequeno é pobre, o que podemos da em trocar do amor de DEUS? OH! MEU JESUS COMO SOMOS POBRES,SÓ TU ÉS NOSSO BEM MAIOR…

Deixe uma resposta