Dos Sacramentos em geral: § 2º. Do efeito principal dos Sacramentos, que é a graça

01/12/2010 Sacramentos | Sacramentos em Geral Nenhum comentário
Por São Pio X

524. Que é a graça?

A graça de Deus é um dom interior, sobrenatural, que nos é dado sem merecimento algum da nossa parte, mas pelos merecimentos de Jesus Cristo, em ordem à vida eterna.
525. Como se divide a graça?
Divide-se a graça em: graça santificante, que se chama também habitual; e graça atual.
526. Que é a graça santificante?
A graça santificante é um dom sobrenatural, que se faz inerente à nossa alma, e que nos faz justos, filhos adotivos de Deus e herdeiros do Paraíso.

527. Quantas espécies há de graça santificante?
Há duas espécies de graça santificante: graça primeira e graça segunda.
528. Que é a graça primeira?
A graça primeira é aquela pela qual o homem passa do estado de pecado moral ao estado de justiça, de amizade com Deus.
529. E que é a graça segunda?
A graça segunda é um aumento da graça primeira.
530. Que é a graça atual?
A graça atual é um dom sobrenatural que ilumina a nossa inteligência, move e fortalece a nossa vontade, a fim de que pratiquemos o bem e evitemos o mal.

531. Podemos nós resistir à graça de Deus?
Sim, podemos resistir à graça de Deus, porque ela não destrói o nosso livre-arbítrio.
532. Só com as nossas forças, podemos nós fazer alguma coisa que nos seja útil para a vida eterna?
Sem o auxílio da graça de Deus, só com as nossas forças, não podemos fazer nada que nos seja útil para a vida eterna.

533. Como nos comunica Deus a graça?
Deus nos comunica a graça principalmente por meio dos santos Sacramentos.

534. Além da graça santificante, conferem-nos os Sacramentos alguma outra graça?
Os Sacramentos, além da graça santificante, conferem também a graça sacramental.
535. Que é a graça sacramental?
A graça sacramental consiste no direito que se adquire, recebendo qualquer Sacramento, de ter em tempo oportuno as graças atuais necessárias, para cumprir as obrigações que derivam do Sacramento recebido. Assim, quando fomos batizados, recebemos o direito de ter as graças necessárias para viver cristãmente.
536. Dão sempre os Sacramentos a graça a quem os recebe?
Os Sacramentos dão sempre a graça, contanto que se recebem com as disposições necessárias.

537. Quem deu aos Sacramentos a virtude de conferir a graça?
Foi Jesus Cristo que, por sua Paixão e Morte, deu aos Sacramentos a virtude de conferir a graça.

538. Quais são os Sacramentos que conferem a primeira graça santificante?
Os Sacramentos que conferem a primeira graça santificante, que nos faz amigos de Deus, são dois: Batismo e Penitência.

539. Como se chamam, por este motivo, estes dois Sacramentos?
Estes dois Sacramentos, isto é, o Batismo e a Penitência, chama-se por este motivo Sacramentos de mortos, porque são instituídos principalmente para restituir a vida da graça às almas mortas pelo pecado.
540. Quais são os Sacramentos que aumentam a graça em quem a possui?
Os Sacramentos que aumentam a graça em quem a possui são os outros cinco, isto é, a Confirmação, a Eucaristia, a Extrema-Unção, a Ordem e o Matrimônio, os quais conferem a graça segunda.
541. Como se chama, por esse motivo, estes cinco Sacramentos?
Estes cinco Sacramentos, isto é, a Confirmação, a Eucaristia, a Extrema-Unção, a Ordem e o Matrimônio, chamam-se Sacramentos de vivos, porque aqueles que os recebem devem estar isentos de pecado mortal, quer dizer, já vivos pela graça santificante.
542. Que pecado comete quem recebe um Sacramento de vivos sabendo que não está em estado de graça?
Quem recebe um Sacramento de vivos sabendo que não está em estado de graça comete um grave sacrilégio.
543. Quais são os Sacramentos mais necessários para nossa salvação?
Os Sacramentos mais necessários para nossa salvação são dois: o Batismo e a Penitência; o Batismo é necessário absolutamente para todos, e a Penitência é necessária para todos aqueles que pecaram mortalmente depois do Batismo.
544. Qual é o maior de todos os Sacramentos?
O maior de todos os Sacramentos é o Sacramento da Eucaristia, porque contém não só a graça, mas também ao mesmo Jesus Cristo, autor da graça e dos Sacramentos.
—————
São Pio X. Terceiro Catecismo da Doutrina Cristã: Catecismo Maior de São Pio X. Edições Santo Tomás, 2005, p. 139-143.

Deixe uma resposta