Do Santo Sacrifício da Missa: § 2º. Do modo de assistir à Missa

Por São Pio X

663. Quantas coisas são necessárias para ouvir bem e com fruto a Santa Missa?

Para ouvir bem e com fruto a Santa Missa, são necessárias duas coisas: 1ª. modéstia exterior; 2ª. devoção interior.
664. Em que consiste a modéstia exterior?
A modéstia exterior consiste particularmente em estar modestamente vestido, em observar o silêncio e o recolhimento, e em estar, quanto possível, de joelhos, excetuando o tempo dos dois evangelhos, que se ouvem estando de pé.

665. Ao ouvir a Santa Missa, qual é o melhor modo de praticar a devoção interior?

O melhor modo de praticar a devoção interior ao ouvir a Santa Missa abarca o seguinte: 1º. unir, desde o começo, a própria intenção à do sacerdote, oferecendo a Deus o Santo Sacrifício para os fins por que foi instituído; 2º. acompanhar o sacerdote em cada uma das orações e ações do Sacrifício; 3º. meditar a Paixão e Morte de Jesus Cristo e detestar, de todo o coração, os pecados que Lhe deram causa; 4º. a comunhão sacramental, ou ao menos a espiritual, ao tempo em que o sacerdote comunga.
666. Que é a Comunhão espiritual?
A Comunhão espiritual é um grande desejo de se unir sacramentalmente a Jesus Cristo, dizendo por exemplo: “Meu Senhor Jesus Cristo, eu desejo de todo o coração unir-me a Vós agora e por toda a eternidade”; e fazendo os mesmos atos que se fazem antes e depois da Comunhão sacramental.
667. Impede ouvir a Missa com fruto a recitação do Rosário ou de outras orações durante o Santo Sacrifício?
A recitação destas orações não impede ouvir com fruto a Missa, desde que haja um esforço possível de seguir as cerimônias do Santo Sacrifício.
668. É coisa boa também rezar pelos outros quando se assiste à Santa Missa?
É coisa boa rezar também pelos outros quando se assiste à Santa Missa; e até o tempo da Santa Missa é o mais oportuno para rezar pelos vivos e pelos mortos.
669. Terminada a Missa, que se deve fazer?
Terminada a Missa, devemos dar graças a Deus por nos ter concedido a graça de assistir a este grande sacrifício e pedir-Lhe perdão das faltas cometidas enquanto a assistíamos.
—————
São Pio X. Terceiro Catecismo da Doutrina Cristã: Catecismo Maior de São Pio X. Edições Santo Tomás, 2005, p. 166-168.