01 de Janeiro: Festa da Circuncisão do Senhor

Epístola (Tit. 2, 11-15)
Caríssimo. Apareceu a graça de Deus, nosso Salvador, a todos os homens, ensinando-nos a renunciar à impiedade e aos desejos mundanos, e a vivermos neste século sóbria, justa e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e a vinda gloriosa do grande Deus e Salvador nosso, Jesus Cristo, o qual se entregou por nós, para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para o seu serviço um povo digno de aceitação e cumpridor das boas obras. Assim fala e exorta em nome de Jesus Cristo, Nosso Senhor.
Evangelho (Luc. 2, 21)
Naquele tempo, depois de completos os oitos dias para ser circuncidado o Menino, foi-lhe posto o nome de Jesus, como o havia chamado o anjo antes de ser concebido.
Reflexões
Neste primeiro dia do ano civil, agradeçamos a Deus o ter-nos conservado a vida e saúde até ao presente, e desde já façamos o firme propósito de empregar no seu santo serviço e para salvação da nossa alma o novo ano. Só assim se tornará realidade aquilo que no dia de hoje costumamos augurar uns aos outros: Feliz ano novo!
Celebra a Igreja hoje o fato de ter sido Nosso Senhor circuncidado, no oitavo dia do seu nascimento, conforme o rito da antiga lei, sendo-lhe posto o nome de Jesus.
“Jesus” quer dizer “Salvador”, “Libertador”, porque Jesus nos vinha salvar da eterna perdição, livrar-nos da escravidão de Satanás e restituir-nos a liberdade dos filhos de Deus.
Jesus! — É grande a eficácia deste santo nome. Em nome de Jesus os apóstolos expulsaram os demônios, curaram os doentes, ressuscitaram os mortos e tornaram inofensivos os mais fortes venenos.
A devota invocação do nome de Jesus nas tentações afugenta o espírito maligno, porque Jesus venceu o poder do demônio. Sobretudo na hora da morte convém proferir muitas vezes este nome — nome ao qual se dobram todos os joelhos no céu, na terra e no inferno — como diz São Paulo.
Tenhamos o cuidado de nunca proferir levianamente e sem respeito o nome de Jesus.
—————
Manual da Paróquia. Petrópolis: Vozes, 1950, p. 515-516.
Nota: Festa de acordo com o Calendário Litúrgico da Forma Extraordinária da Lirtugia Romana.


Deixe uma resposta