Missa “Pré-Balada” » Sacrilégio e Irreverência dentro da Casa de Deus

Prezados leitores, Salve Maria!
Este assunto das “Missas Pré-Baladas” deu o que falar. Engraçado que quem defende tais “tipos” de Missas tem uma ignorância tão grande acerca da fé que o assunto seria cômico se não fosse trágico. Enfim, sei que esses “tipos” de Missas já ocorrem há um bom tempo em Maringá, mas ontem achei algo interessante, uma “explicação” de uma “Missa Pré-Balada” de 2008, encontrado neste site aqui (espero que também não modifiquem ou apaguem a página). Em todo caso, se isso vier a acontecer, vocês podem ler na figura abaixo:

Para quem não viu os vídeos das tais Missas, um deles foi recuperado pelo Jorge Ferraz e agora está sendo disponibilizado pelo Canal do Fratres in Unum no YouTube. Você pode ver o vídeo aqui. Quem procurar pelo post das Missas Pré-Baladas no blog do Pe. Luiz Carlos F. Targino não vai encontrar mais, pois ele apagou o post.
Quero atentar aqui para algumas frases que li no site referenciado no primeiro parágrafo sobre as Missas Pré-Baladas. Os grifos são meus.

Os pratos da bateria vibram como em um show de rock. O padre entra no templo batendo palmas no ritmo da música executada pela banda. Suas primeiras palavras: “Nós temos que vibrar para Deus”, pede. “Aqui na igreja, nós podemos tudo: pular, gritar.”

Todos estão de pé para recepcioná-lo. Há cerca de 150 pessoas prontas para assistir à missa que, naquela noite, foi celebrada pelo padre Edinei Rigolin, 40 anos, da Paróquia Nossa Senhora das Graças, de Sarandi. Já no altar, o padre cumprimenta os fiéis. “Tudo bem com vocês?” A resposta é fraca. “Ô pessoal murcho. Nem parecem os jovens que vão nas baladas.”

O pároco dá início à celebração e faz a acolhida com o sinal da cruz. “Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém”. Os jovens o acompanham e repetem os gestos e dizeres. Ao final, o padre diz: “Mas que amém mais murcho.” O coro, então, repete, em voz alta. O padre fica satisfeito.

Para quem acha que “é lindo” saracotear dentro da Igreja, requebrando ao som de rock and roll e gritando como se estivesse num show qualquer, reflita depois de ler o seguinte texto: “O Sacrifício da Santa Missa é o mesmo que o Sacrifício da Cruz”, que está totalmente de acordo com a doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana sobre a Santa Missa. Portanto, volto a dizer: as Missas “Pré-Baladas” são sacrilégios!… e isso, com certeza, atrai a maldição de Deus (leia o texto indicado antes de fazer qualquer comentário sem cabimento)! Também indico a leitura deste outro texto: “Matéria e Forma do Sacramento da Eucaristia: Transubstanciação, Presença Real e Acidentes Eucarísticos”, que é pura doutrina católica em forma de pergunta e resposta, elaborada por Tomaz Pegues a partir da Suma Teológica de Santo Tomás de Aquino.

Sei que estes últimos posts que publiquei sobre as Missas “Pré-Baladas” fogem um pouco dos temas do blog Mulher Católica, porém penso ser importante e de grande valia expor e denunciar aquilo que vai contra o que nossa Santa Igreja sempre ensinou e que fere demasiadamente o Coração Sacrossanto de Jesus. Nós, católicos batizados, temos o dever de denunciar as profanações e os sacrilégios que ocorrem dentro da Igreja, e devemos lutar contra isso. Nós somos soldados de Cristo e não seremos católicos de fato se não denunciarmos os erros e não os combatermos. As “Missas Pré-Baladas” são sacrilégios e devem ser denunciadas.

Espero, agora, poder retornar aos assuntos-temas do blog Mulher Católica.

Que Nossa Senhora interceda por todos nós!

Em Cristo,
Melissa Bergonso

Leitura Complementar:

Comentários ( 2 )

  • Passei por aqui…o que faço com regularidade e deixo-vos a Paz e o Amor de Cristo!

    Convido-vos a conhecer Chiara Luce e o se Sim Incondicional a Deus…

    Mais acrescento que nesta data vou linkar o vosso blog aos Sinais do Mundo.

    Um Abraço em Jesus e Maria.

Os comentários estão fechados.