Missa Pré-Balada???

10/11/2010 Abuso Litúrgico 36 Comentários
Prezados leitores, Salve Maria!
É com ENORME INDIGNAÇÃO que escrevo este post. Já tinha visto profanações bizarras na Santa Missa, mas essa que acabo de saber é bizarra demais. Já ouviram falar em “Missa Pré-Balada”?? Pois bem, em Maringá está acontecendo essa desgraça, e pior, sob o olhar do pároco e com seu total apoio!!…

“É ISSO AÍ GALERA E POVO DE DEUS É DIA 13 DE NOVEMBRO PRÓXIMO SÁBADO ÀS 21H30 NA PARÓQUIA SÃO FRANCISCO DE ASSIS NO JARDIM ALVORADA EM MARINGÁ. VAI ACONTECER PELA PRIMEIRA VEZ EM NOSSA COMUNIDADE A MISSA PRÉ-BALADA PRESIDIDA POR MIM, PE. LUIZ CARLOS. CONVIDA A SUA FAMÍLIA, SEUS AMIGOS E AMIGAS E VENHA CONOSCO. E MAIS VAI SER O ENCERRAMENTO DA MISSAO DOS NOSSOS JOVENS. E AINDA, VAI ACONTECER LOGO DEPOIS DA CELEBRAÇÃO UM LUAL. ENTÃO JOVENS VOCÊS VÃO PERDER ESSA?” (blog do Pe. Luiz Carlos F. Targino)

Lembrando a frase de Santo Efrém: “onde há danças, celebra-se uma festa do demônio”. E aí, jovens, vocês vão “encarar” essa???
Para quem não viu o que é uma Missa Pré-balada, acesse: Vídeo 1 e Vídeo 2 [removido], pois não vou incorporar essas monstuosidades aqui no meu post.
Relembrando: A Santa Missa é a renovação do Sacrifício da Cruz de modo incruento, portanto é um momento que exige adoração, respeito, recolhimento, oração e silêncio. Santo Pe. Pio de Pietrelcina disse que devemos assistir à Santa Missa “como assistiram a Santíssima Virgem e as piedosas mulheres. Como assistiu São João Evangelista ao Sacrifício Eucarístico e ao Sacrifício cruento da Cruz”. Portanto, Missa não é farra! não é discoteca! não é antro de demônios! MISSA É SACRIFÍCIO! Quando é que os católicos vão entender isso??
Essas Missas Pré-Baladas são profanações hediondas que ocorrem na Casa de Deus. Isso não pode, de modo algum, ser tolerado, pois é abuso litúrgico, profanação, desrespeito para com Deus e é um absurdo ignóbil! Isso é caso para denúncia!
“ONDE HÁ DANÇAS, CELEBRA-SE UMA FESTA DO DEMÔNIO”. Não deixe que a Igreja que você frequenta seja reduzida a um antro de demônios e a ocasiões próximas de pecados contra a pureza (duvido que uma menina vestida imodestamente e requebrando de todos os jeitos não vai atrair o olhar do garoto que está ao seu lado!!) sob o pretexto de “atrair mais jovens para Deus”. Os jovens devem ser atraídos para Deus pela devoção ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria!  e isso só acontece por meio da oração, especialmente a do santo Rosário, pela prática das virtudes, pela penitência,  pela mortificação, pelos Sacramentos, pela Cruz!… Pensa que ser católico é fácil? NÃO, não é fácil, é muito difícil. Jesus é muito claro quando diz: “Se alguém me quer seguir, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Porque o que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas o que perder a sua vida por amor de mim e do Evangelho, salvá-la-á. Pois que aproveitará ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder a sua vida? Ou que dará o homem em troca da sua vida? Porque, se nesta geração adúltera e pecadora alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os seus santos anjos” (Mar. 8, 35-38). E Jesus ainda diz: “Quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim” (Mat. 10, 38).
Então, queridos jovens, não se enganem! O mundo oferece muitos divertimentos, muitas coisas novas, muitas “alegrias”, muitas “promessas”. Em contrapartida, Nosso Senhor Jesus Cristo nos oferece a cruz e o sofrimento, porque é somente pela cruz, pelo sofrimento, pelo cadinho da humilhação que somos provados e cunhados por Deus para, somente então, ganharmos a Vida Eterna. Ninguém ganha a Vida Eterna pela farra e pelo “bem-bom” da vida. “A Vitória só pode ser alcançada pela Cruz”. O Céu só pode ser alcançado por aqueles que lutam contra o mundo, contra a carne e contra o pecado. E isso é possível em “Missas Pré-Baladas”?? NÃO! Só é possível com joelho no chão e terço na mão, longe do barulho do mundo, dos prazeres da carne, das coisas mundanas!… pois tudo o que nos aproxima do mundo, nos afasta de Deus!!
Tenham coragem, pois Jesus venceu a morte, venceu o mundo, venceu o pecado. Com Ele, nós podemos vencer tudo o que Lhe nos aparta – seja o mundo, seja a carne, seja o pecado; nem mesmo a morte poderá nos separar do amor de Deus se a Ele nos entregarmos e somente a Ele buscarmos  «Por amor de ti somos entegues à morte o dia inteiro; somos tratados como gado destinado ao matadouro (Sal. 43, 23)» – e não precisamos de subterfúgios para adentrarmos em Seu Santíssimo Coração e repousarmos em suas Santas Chagas. Somente podemos descansar dentro das Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ali é onde real e verdadeiramente encontraremos alívio para nossas dores e alegrias para nossas tristezas.
Aos fiéis de Maringá recomendo fortemente que lutem contra esse absurdo ignóbil que está ocorrendo sob o título de “Missa Pré-Balada” e que façam mortificações, orações e comunhões em desagravo ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, porque esse tipo de abuso e de profanação DENTRO da Casa de Deus atrai a indignação dos santos Anjos e, muito mais, atrai a ira Divina!!

Em Cristo, Nosso Senhor,
Melissa Bergonso

Leitura Complementar:

Comentários ( 36 )

  • Eita… é sempre a mesma história: “porque Davi cantava, dançava e salmodiava ao som da cítara” e bla bla bla, só que na época de Davi não tinha Jesus na Hóstia Consagrada, ou seja, ele não fazia isso na frente (literalmente) de Deus!!… Os Anjos TREMEM ante a presença de Nosso Senhor, e só os humanos irreverentes é que não têm remorso algum de ultrajar o Santíssimo Sacramento do altar… Quanta ignorância!

  • Pois, é Melissa. Nunca vi uma missa com essas coisas estranhas. Tá parecendo o Cirque de Soleil….Mas no interior de SP, onde o movimento carismático é forte também existem as encenações na missa, Cristoteca, Barzinho de Jesus, voltados para os jovens.

  • Muito prezada Melissa, salve Maria.

    Estava só esperando que alguém levantasse o exemplo do Rei Davi, a quem as pessoas querem imitar no pecado, mas não na penitência.

    Pois bem. Vejamos o que diz São Luís de Montfort sobre a dança em uma de suas canções:

    “Sim, Satanás é o inventor
    Da dança infeliz,
    Ele é o primeiro autor
    Dessa alegre peste,
    Para danar alegremente
    E como que insensivelmente”.

    Antevendo a objeção que fariam, ele mesmo a coloca na letra:

    “Falando de uma maneira geral,
    A dança é indiferente,
    Em si não é um mal,
    Ela pode ser inocente,
    Pois Davi dançou de fervor
    Diante da arca do Senhor”.

    Eis aí: a mundana objeção, sempre presente. O que São Luís diz, em seguida? Vejamos:

    “Mas para dançar sem pecado,
    São necessárias tantas circunstâncias,
    Que não se pode evitar
    De ofender a Deus com as danças.
    É um mal normalmente,
    Um grande desregramento”.

    Quem quiser ver o original (que tem muito mais força poética), entre nesse link: http://www.montfort.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=politica&artigo=cristo_rei&lang=bra

    E o que representa, na verdade, a dança de Davi diante da Arca da Aliança? Nada melhor do que os Padres e Santos da Igreja para nos auxiliar a desvendar esse mistério.

    Muito a propósito comenta São Máximo de Turim, com introdução do Pe. Divino:

    “Sobre a dança de Davi diante da arca, os Santos Padres viam na Arca uma figura da Santíssima Virgem. Assim o translado da Arca seria figura da visita de Maria à sua parenta Isabel, e a dança de Davi, figura do Batista, alegre no ventre materno diante da Virgem Maria gestante de Jesus: “O Profeta Davi dançou diante da arca; porém, que é a arca senão falarmos de Nossa Senhora? Pois a arca levava as tábuas do testamento, Maria estava grávida do herdeiro do testamento; a arca levava a Lei, Maria o Evangelho; a arca levava a voz de Deus, Maria o Verbo; a arca brilhava por dentro e por fora com o resplendor do ouro, Maria brilhava por dentro e por fora com o resplendor da virgindade; a arca estava adornada com ouro terreno, Maria com ouro celestial” (São Máximo de Turim, Sermão 42, 5)”. “Link: http://www.filhosdapaixao.org.br/dialogando/2010/dialogando_1054.htm).

    Aguardemos, então, a refutação dos dançarinos sacrílegos.

    In Christo, per Mariam.

    Alexandre P. Pinheiro

  • Ai, Deus nos livre do castigo que está por vir por causa de profanações e sacrilégios como esses!! Esse povo que promove Cristoteca, Barzinho de Jesus provavelmente nunca leu os documentos da Igreja acerca da Santíssima Eucaristia!!

  • Olá, Alexandre, Salve Maria!

    Lindas citações. Se os jovens se ativessem mais aos escritos dos santos eles não estariam aplaudindo essa mentalidade moderna de desrespeito a Nosso Senhor.

    Fica com Deus e obrigada pela visita!

  • Como devemos assistir a Santa Missa, segundo o mesmo Santo Pe. Pio de Pietrelcina?
    “Devemos assistir à Santa Missa como assistiram a Santíssima Virgem e as piedosas mulheres. Como assistiu São João Evangelista ao Sacrifício Eucarístico e ao Sacrifício cruento da Cruz”.

  • Salve Maria!

    Este tipo de “evento” vai ser um tiro no pé deste padre, pois não generalizando, mas usando os dados que sabemos, muitos jovens antes das baladas se drogam de alguma forma. Já que esta “evento” se ajustou ao mundo, nada impede que haja uso de drogas nele.

    Esperemos para ver a recompensa que este padre terá por servir ao demônio!

    Fiquemos firmes na fé!

  • Este tipo de evento vai ser um tiro no pé de quem tem admiração, apreço e a apóia esses movimentos pentecostais que se infiltraram na Igreja (RCC, CN e Cia.). Esses “movimentos” são instrumentos do demônio para reduzir a fé do povo a uma “fé” mundana, sentimental e sem significado, pois se usam de armas e artifícios humanos para atrair os jovens para a Igreja, o que é um erro, pois como eu disse: “Tudo o que nos aproxima do mundo, nos afasta de Deus”. Somente os insensatos acham que as coisas deste mundo atraem os jovens para Deus. Qualquer pessoa com o mínimo de consciência cristã sabe que esses tipos de artifícios não atraem os jovens para Deus de modo algum, ao contrário, afastam-nos cada vez mais de Nosso Senhor, pois não erradicam seus vícios, mas os alimentam cada vez mais!

    É insanidade e estupidez usar “o mundo” como instrumento de atração da juventude, pois Jesus disse: “E quando eu for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim” (Jo. 12, 32), ou seja, as pessoas só serão atraídas pela Cruz de Nosso Senhor e não por divertimentos mundanos e diabólicos, onde mora o pecado e a irreverência sacrílega e profanatória para com Deus e seu Santo Templo.

    Salve Maria!

  • As citações que você usou da biblia (Mar. 8, 35-38), (Mat. 10, 38), não justificam a missa pré balada ou o Hallel como coisas “demoníacas”.
    Seu texto é muito vago de informações concretas. Se você é contra este tipo de manifestação religiosa, não deve julgar os outros.

  • Esta nao e a primeira vez que tem em Maringa missas apos as 10 horas da noite (acho que se fosse chamada deste modo ninguem falava nada ne?) e ja foi destaque no Jornal Nacional, na Paroquia Sao Francisco Chavier / Menino Jesus de Praga

  • Prezada Juliana, Salve Maria!

    As citações que eu usei da Bíblia são para dizer que católico que é CATÓLICO não procura subterfúgios para sua conversão. Se para você a frase de Santo Efrém é algo “vago” – “onde há danças, celebra-se uma festa do demônio” – eu só posso lhe dar meus pêsames. Você realmente precisa ler mais sobre a Doutrina Católica antes de dizer que o que digo é vago. Recomendo-lhe fortemente que compre o Catecismo de São Pio X e o Catecismo Romano. Estude.

    E afirmo-lhe: EU SOU TOTALMENTE CONTRA ESSE TIPO DE MANIFESTAÇÃO. E mais, não estou julgando ninguém, apenas disse o que qualquer católico em sã consciência diria acerca dos abusos que ocorrem na Santa Casa de Deus em nome dessa dita “evangelização moderna”.

    Em Cristo,
    Melissa

  • Prezado Julio, Salve Maria!

    Espero que as pessoas se acordem para o que está acontencendo, porque Deus é Santo e se Sua Misericórdia é infinita a Sua Justiça é, também, na mesma proporção. Infelizmente, as pessoas se esquecem completamente disso e se fiam somente no “paz e amor” proclamado hoje em dia.

    Nosso Deus é infinitamente BOM, mas também é infinitamente JUSTO. Seu Braço não tardará a cair sobre o mundo por causa dos pecados da humanidade, da irreverência dos fiés, das profanações e dos sacrilégios cometidos dentro do Santo Templo de Deus, diante de Nosso Senhor Jesus Cristo presente na Santíssima Eucaristia.

    Triste saber que essa não é a única “Missa Pré-Balada” de Maringá. Que Deus tenha misericórdia desse povo que ainda está perdido e não encontrou verdadeiramente a Nosso Senhor Jesus Cristo. Definitivamente, não se encontra Deus em meio às coisas mundanas e não se faz algazarra na Casa de Deus. Devemos é rezar, fazer penitência para a conversão dos pecadores e não nos juntarmos aos demônios em farras desse tipo – porque definitivamente essas “baladas” não vêm de Deus – “onde há danças, celebra-se uma festa do demônio” (Santo Efrém) -, e pior, dentro da própria Igreja!

    “Jejum, oração, penitência” é o que Nossa Senhora pediu para a conversão dos pecadores. Portanto, ao invés de inventar moda, devemos nos ater nos conselhos e pedidos de nossa querida Mãe do Céu.

    Em Cristo,
    Melissa

  • ATENÇÃO: O PADRE MUDOU O NOME DO POST, O NOME DA MISSA, E APAGOU TODOS OS COMENTÁRIOS.
    Bem que alguém podia ter salvado um print screen da página…
    Salve Maria

  • Cara Senhora Melissa: sou padre da Arquidiocese de Maringá e me causou estranhamento a forma como a senhora tratou o assunto referente às missas chamadas “pré-baladas”. A senhora diz que não está fazendo julgamentos. Como não? Todos os seus comentários são julgamentos a partir da sua visão do que seja a Igreja Católica e sua doutrina. Não estou aqui julgando o mérito das tais missas. Mas apenas a forma como o fato está sendo tratado. Por exemplo, chamar missa de abominação!!??? Acho que a senhora deveria ter um pouco mais de respeito com o santo sacríficio. Missa é missa e acabou. Discutir a liturgia da missa e aceitá-la ou não é outra coisa. A senhora é adepta da missa tridentina, eu não sou. Mas em latin ou português, continua sendo o mesmo e único sacríficio. Por isso cuidado: o Cristo presente na eucaristia consagrada pelo padre Luiz é o mesmo daquela consagrada na sua missa Tridentina. Repito: questionar se a liturgia é adequada ou não é salutar, mas duvidar de que ali aconteça o sacríficio eucarístico, isso sim é abominação.
    Padre Onildo
    sacerdote da Igreja Católica Apóstolica Romana

  • MElissa, Davi dançou nu e embriagado diante da Arca da Aliança, a qual continha as Tábuas da Lei e o sangue dos animais sacrificados.MAS depois arrependeu-se amargamente, pois era homem justo e rei segundo o coração de Javé.

    Essa praga se alastrou de todas as formas,o povo está tomando sopa de minhoca achando que é manjar!!! Poucas pessoas hoje bebem do verdadeiro catolicismo, livre dessas manchas.

  • Juliana, compra o livro Filoteia que acha-se até na Vozes, na estranha Paulus e nas moderninhas Paulinas,é barato, livro de bolso, vc vai ter boa formação católica e vai entender que certas coisas não dá pra engolir.

  • Reverendíssimo Padre Onildo, Salve Maria!

    Eu não chamei a Santa Missa de abominação, eu chamei a profanação das “pré-baladas” de abominação, o que é bem diferente, pois eu sei muito bem o que é o Santo Sacrifício da Missa, e é por ter respeito e devoção para com Nosso Senhor na Hóstia Consagrada que chamei de “abominação” as Missas “Pré-Baladas”. A Missa é Missa sim, porém não se pode fazer o que se quer na Santa Missa sob o pretexto de atrair quem quer que seja e de agradar ao povo; devemos agradar somente a Deus.

    Fico imensamente triste em constatar que mais um sacerdote despreza o Rito [Tridentino] que gerou santos e que existe há tantos séculos na nossa Santa Igreja. Santa Terezinha do Menino Jesus só assistia à Missa Gregoriana, São João Maria Vianney (Patrono dos Sacerdotes) também só rezava a Missa Gregoriana. Sinceramente, padre Onildo, não consigo compreender o ódio que grande parte dos sacerdotes tem do Rito Tridentino.

    Eu JAMAIS disse que duvidava da ocorrência do Sacrifício Eucarístico, seja na Missa Tridentina ou na Missa Nova. É por acreditar na validade da Consagração que minha indignação se torna imensa. Se eu não acreditasse que ocorresse o Sacrifício Eucarístico na Missa do Pe. Luiz eu nem me daria ao trabalho de publicar o post, afinal de contas, se Jesus não se tornasse presente pelas palavras da Consagração, por que eu iria me preocupar em “denunciar” a tal Missa “Pré-Balada”?

    Eu não vejo onde a “minha” visão do que seja a Igreja Católica e sua Doutrina destoa de fato do que ela realmente é. A Missa é a renovação do Sacrifício da Cruz de modo incruento, e isso é Doutrina da Igreja. As modificações, transformações e inovações arbitrárias inseridas na liturgia da Santa Missa resultam em profanação, em desprezo da Tradição e em escândalo para muitos fiéis. Dizer isso não é ser contra a Doutrina da Igreja Católica. Quem comete essas profanações é que vai contra o que a Igreja sempre ensinou.

    Com todo o respeito que lhe é devido, peço sua bênção.
    Em Cristo, no amor de Maria Santíssima,
    Melissa

  • Prezado Ricardo, Salve Maria.

    Por questões éticas, não publicarei seu comentário. Se você quiser deixar um comentário com sua opinião, ele “poderá” ser aceito, porém comentários com “leva e trás” de outros blogs eu não vou publicar, muito menos citando nomes e dizeres de outras pessoas.

    Peço, encarecidamente, que você me encaminhe (para o meu email) o tal email que o Dom Anuar lhe respondeu.

    Em Cristo,
    Melissa

  • Salve Maria,

    Melissa

    O que você acha então dos encontro católicos,congressos e “Evagelizashows” com grandes louvores onde o povo de Deus canta e dança glorificando ao Senhor?

    Abçs!

  • Olá, Salve Maria!

    Sinceramente, não gosto desses “encontros” católicos. Já fui em coisas do gênero, na época em que eu participava e tinha certo “apreço” pela RCC, e vi muitas coisas reprováveis nestes lugares, muita irreverência, muito desrespeito com Nosso Senhor, entre outras coisas. Podemos muito bem glorificar a Deus no silêncio, e creio que O glorificamos mais mesmo quando estamos no silêncio do que quando fazemos qualquer tipo de “barulho”. Esses “grandes louvores” que fazem não passam de barulhos, que desviam as pessoas do recolhimento e da oração.

    Enfim, não concordo com isso e penso ser um péssimo modo de “catolicismo”, pois não se consegue ter vida interior, nem recolher-se em oração, nem desapegar-se das coisas do mundo, muito menos das próprias vontades, vaidades, vícios e maus hábitos.

  • Respeito a opinião e longe de mim discordar. Porém vendo por um outro ângulo, não julgaria a posição do Pe. Luiz Carlos. Acredito que foi uma forma sábia de chamar a atenção da mocidade que não quer nem saber de santidade, sacrifício, a mentalidade nessa idade é outra, eles querem diversão! O uso da psicologia do Pe. Luiz Carlos foi maravilhosa, pois com rebeldia e “abominações” amargas só afasta os jovens das casas de Deus. Atrai-se os jovens para o amor com amor … Esse julgamento para mim é falta de entendimento … Nas coisas de Deus tudo tem que ser tratado com amor, doçura, não abominações. Um dia, a fase das “baladas” para eles vai passar, e lá na frente eles vão lembrar que mesmo em suas adolescências, frequentaram a casa de Deus. OU SERIA MELHOR SE ESTIVESSEM INTEIRAMENTE JOGADOS NO MUNDO?

    • Muito obrigada Ágatha !!!sou a mãe de um dos jovens musicos que louvarão na missa, não houve em momento algum nada que envergonha-se nossa santa igreja,que a misericordia de DEUS chegue no coração de cada critico, pois sabem criticar mais são incapazes de amar…Um bando de Bestas, que a mão de Deus caia sobre eles ….

    • Por que será que é tão difícil entender que A SANTA MISSA É A RENOVAÇÃO INCRUENTA DO SACRIFÍCIO DA CRUZ, e não uma forma de divertimento mundano??!

      A senhora deveria ter mais cuidado com o que fala, pois são os profanadores do Santo Templo de Deus que atraem a cólera divina! Ai destes se a mão do Senhor cair sobre eles!!

      Deus tenha piedade desse povo…

  • Prezada Ágatha, Salve Maria.

    Uma das coisas que aprendi com meu pai foi que “a noite não foi feita para os filhos da luz”, ou seja, os que são de Deus não têm lugar nos “divertimentos” noturnos.

    Pensar que uma Missa “Pré-Balada” ajudaria os jovens a voltarem-se para Deus é ledo engano. A Missa é a renovação incruenta do Sacrifício da Cruz, não é diversão, e se ela é transformada em diversão ocorre aí o que chamamos de sacrilégio e profanação.

    Hoje quase ninguém entende que para sermos de Deus precisamos abdicar do mundo. Se você procurar ler a história de vida de São João Maria Vianney talvez compreenda isso, pois ele converteu uma paróquia INTEIRA com adoração ao Santíssimo Sacramento e orações, HORAS de confissões (16h por dia) e MUITAS puxadas de orelha (o que você chamou de “abominações amargas”), sem contar que ele abominava danças e esses divertimentos que hoje são tão “elevados” e dão até mesmo “nomes” à Santa Missa (!). O que diria São João Maria Vianney ao ver no que seus próprios irmãos sacerdotes transformaram a Santa Casa de Deus…!

    Leia também a vida de São Pio de Pietrelcina e veja como suas repreensões ásperas surtiram efeitos maravilhosos de conversão.

    Nas coisas de Deus nosso sim deve ser SIM, e nosso não deve ser NÃO. O caminho do meio não existe e quem o tenta encontrar e o trilhar arrisca a perder o céu.

    Enfim, não vou me delongar mais. O que eu tinha que dizer já escrevi nos comentários acima e neste post.

    Fica com Deus.
    Em Cristo, no amor de Maria Santíssima,
    Melissa Bergonso

  • Dona Melissa,
    Permita-me:

    Certa vez o jornalista e biógrafo de Padre Pio, John Maccferry perguntou a ele o “por que dele chorar toda vez que celebra a missa”, ao que respondeu o santo:

    – É porque nessa hora vejo Nosso Senhor flagelado, ensaguentado e crucificado…

    São Felipe Neri foi pego várias vezes em êxtase na hora da consagração da óstia, e tempos depois, perceberam que o cálice de vinho que ele celebrava a missa estava todo corcomido tão era a dor que ele sentia ao ver Nosso Senhor crucificado. Esse cálice esta em exposição na Itália.

    Escolher a “badalação na missa” como via rápida a uma suposta conversão futura, é falta de misericórdia com o homem, além de uma imensa blásfêmia contra Nosso Senhor.
    A VERDADE deve ser ensinada e consagrada no primeiro piscar de olhos.

    Obrigado.
    Deus a abençoe.
    Olegario.

Deixe uma resposta