Moda Sexy Feminina » Espinhos da Coroa de Cristo

Por Melissa Bergonso

Ultimamente tenho pesquisado um pouco sobre moda feminina, em especial, moda MODESTA feminina, porque hoje em dia está muuuuiito difícil achar roupa decente por aí. Há quem ache que eu não seleciono a loja onde vou, mas eu seleciono (e como) as lojas onde “pretendo” comprar. Geralmente começo naquelas pro povão: Renner, C&A etc., porém é muito difícil encontrar coisas decentes nessas lojas. Geralmente tem muito “modismo”, ou melhor, muita moda fashion, muita roupa sem pano, cheia de buracos (porque pra mim, decote [ou qualquer coisa que minimize superfície de tecido] é buraco em roupa, e também, em minha opinião, é um meio que as lojas têm de economizar tecido em vestuário – ou seja, economia de custos de produção [Engenheiros de Produção me entendem neste ponto!]). Ir a lojas de “grife” é pior em dois sentidos, porque, além de serem absurdamente caras, as roupas são ainda mais depravadas. Depois que passo pelas lojas de povão eu tento ir a outros tipos de lojas, em geral daquelas tipo “Made in Tawain” (lojas de “meio metro quadrado”). Por incrível que pareça, ÀS VEZES eu encontro algo decente em lojas desse tipo (de vez em quando tenho que fazer algumas pequenas adaptações como cobrir decotes maiores ou colocar algum enfeite na barra de vestidos e saias pra aumentar seu comprimento).

Bom, você pode estar se perguntando o que tem a ver o título desse artigo com o que eu estou escrevendo aqui: a questão é que quanto mais eu pesquiso sobre moda e modéstia feminina mais eu descubro coisas que agradam a Deus e outras que O ferem profundamente por serem ocasião de pecado para muitas pessoas; e o que está ficando claro para mim, com o passar dos dias, é que a Moda Atual Feminina (Super Sexy, diga-se de passagem) são os Espinhos da Coroa de Cristo por ferir a pureza de mulheres e crianças de forma inerte, e de rapazes e homens por meio de estímulo visual.

As mulheres têm sua pureza corrompida de forma inerte através do estímulo da mídia (vendo tv, assistindo novelas, idolatrando modelos e atrizes de cinema e suas modas) e não se dão conta que estão sendo manipuladas subconscientemente através das “regras” e “modas” que vão surgindo a cada dia a fim de esboçar uma caricatura feminina diferente e contrária à figura da mulher criada por Deus, e que vão ditando como ela deve ser, vestir-se, portar-se, e por fim, denegrir-se pouco a pouco com seu vestuário. Hoje, as mulheres não se dão conta que usando certos tipos de roupas instigadas por esses meios de comunicação ficam iguais a prostitutas e, através do seu mau exemplo de vestimenta, acabam incentivado outras mulheres e meninas (quando não às suas filhas) a se vestirem mal como tal. Quando saem a público, provocam olhares libidinosos nos homens e nos rapazotes que estão despertando para a puberdade (idade complicada para meninos que deveriam aprender a guardar a pureza e a virgindade – sim, homem também deve guardar sua virgindade até o casamento). O pior de tudo é que essas mulheres, enganadas pela mídia e pelos “padrões de beleza” impostos por ela, acham que estão “abafando”.

Interessante notar quais são esses padrões de beleza impostos pela mídia. Ela valoriza não a beleza interior da mulher (suas virtudes), mas seu “corpo”, muitas vezes fabricado por academias de ginásticas e/ou pelas clínicas estéticas. Lógico que para valorizar o corpo deve haver modas e roupas que sirvam para isso; essas roupas geralmente são colantes, justas, transparentes e decotadas. E, hoje, o que é que as mulheres buscam, consciente ou mesmo inconscientemente? “Atrair os olhares alheios para si, para seu corpo”, porque o importante é ser “sexy”, sensual. É isso o que a mídia prega e é isso o que as mulheres acabam almejando e “conquistando”.

É triste ver como os valores morais foram mudando ao longo dos anos. Antes o que era um escândalo, hoje tornou-se normal, tornou-se “parte da cultura popular”. O melhor exemplo para isso está no biquíni. Uma peça tão pequena que encontrou nada menos que uma stripper para desfilar nas passarelas pela primeira vez, já que nenhuma modelo da época ousou vestir tal peça minúscula. Hoje quem diz que essa peça é imodesta é chamada de puritana e neo-cátara. Ó mundo, até quando ficareis nas trevas do pecado e da ignomínia?

Se não quisermos ser Espinhos na Coroa de Cristo temos que começar a pensar como agradar a Deus e não ofendê-Lo através de nossas roupas e das modas que são lançadas por aí. A primeira coisa que devemos fazer é nos perguntar sinceramente: O que nós, Mulheres Católicas, deveríamos e poderíamos vestir de modo a não ofender Nosso Senhor? Esta roupa que estou vestindo poderia ser causa de escândalo, queda ou pecado para meu(inha) irmão(ã)? O que seria uma roupa decente e modesta? Vamos pensar: Que tipo de roupa seria ideal à mulher que verdadeiramente quer ser modesta e agradar a Deus em todos os sentidos? O que ela deveria usar? Saias? Vestidos? Blusas decotadas? Blusas de alças? Calças compridas? O que é modesto? O que deixa de ser modesto? Como sabemos se uma roupa é modesta? Aí está uma série de perguntas que todas nós, antes de nos vestir ou comprar uma roupa deveríamos nos perguntar. Para ajudar nestas perguntas, vou dar aqui duas regrinhas básicas:

1) Roupas verdadeiramente modestas devem cobrir nossa pele e esconder nossa forma.

Essa regra deve nos servir de guia na hora de escolhermos nossas roupas. Esconder a pele é fácil. Porém, não basta estar coberta até o pescoço se nossa forma inteira está à disposição dos olhares. Como podemos saber se nossa forma está escondida? É só imaginar-se atrás de uma cortina com uma luz de fundo. Se a projeção da sua sombra mostrar seu contorno todo como se você estivesse nua, então sua roupa não está escondendo sua forma.

2) Roupas femininas DEVEM SER FEMININAS, observando sempre a regra número 1.

Saias e vestidos, por si só, são roupas femininas por natureza. Ninguém vai dizer que essas peças de roupas são masculinas. Se alguém disser, está fora da cacholinha. Agora, o tipo de saia e vestido pode tanto ser modesto como imodesto. Aí é só usar a regra número 1.

Blusas decotadas e de alcinhas não precisam nem de comentários, não escondem pele nem forma.

E o que dizer de calças? Vamos refletir: até uns anos atrás era um absurdo hediondo mulher que usasse calça comprida. Minha mãe me disse que, na época que começaram o uso e disseminação do uso de calça para a mulher, ela comprou uma calça e usava escondido do meu avô, senão ele iria surtar se a visse usando calças, que até então, era peça somente do vestuário masculino (só um parêntese – minha mãe era apenas uma jovenzinha na década de 70). Então, por mais que a calça comprida esteja incluída como peça básica feminina hoje em dia, ela, no passado, não era, pois era peça exclusivamente masculina. Agora, se aplicarmos a regra número 1 sobre a calça, o que acontece? O contorno feminino fica projetado. E as calças larguinhas? Bom, de qualquer forma, a “forma feminina” fica delineada (pernas, quadris, virilha e bumbum). Fazendo essas duas análises podemos chegar em dois pontos negativos conclusivos da calça: primeiro, ela é uma peça de vestuário masculino que “ganhou” espaço no guarda-roupa feminino neste século. Segundo: é uma peça que mostra a forma feminina.

Uma pergunta ainda para finalizar poderia ser feita: “Nossa Senhora vestiria esta roupa que estou usando?” Querida irmã em Cristo, se a Virgem Santíssima não vestiria tal roupa, com certeza essa roupa também não é para você!

A VAIDADE APRISIONA E CONDENA

Existe uma Santa chamada Ângela de Foligno a qual eu só tomei conhecimento esses dias atrás, ao pesquisar sobre moda e modéstia feminina. Ela era uma mulher mundana, tinha uma vida fútil, mas se converteu depois de perder sua família (aqui tem uma breve biografia dela). Depois de sua conversão ela recebeu o dom místico, recebia mensagens de Jesus e em uma dessas mensagens Jesus disse:

Quando a morte te arrancar deste mundo, cheio de vaidades e luxos sem razão, e chegardes à Minha Presença para seres julgada… vendo os pecados que os homens cometeram ao olhar para o teu corpo escassamente coberto, tu própria ficarás envergonhada. Que pretexto poderás, então, apresentar-Me? Ai de ti, mulher, pelos teus escândalos! Ai de ti que perdeste o pudor e a vergonha! Por que procedes assim? Por que me crucificas novamente com os cravos da tua imodéstia? Quando, de forma irrespeitosa, Me recebes na Comunhão, quanta amargura sinto ao entrar no teu corpo, que é motivo de tantos pecados nos homens e de mau exemplo para as poucas mulheres que tu, com desdém e desprezo, chamas “antiquadas”!… Asseguro-te, que muitas destas “antiquadas” estão Comigo, enquanto muitas “modernas” sem pudor, como tu, estão “gozando” no inferno.

Lendo essa mensagem de Jesus é como se estivéssemos vendo as modas de hoje em dia, mas o detalhe é que Santa Ângela viveu no século XIII. Se já naquele século as roupas podiam ser “escassas” e imorais, o que diríamos hoje??… não existe nem comentário para isso! Hoje a gente escuta muito: “O que é bonito é para ser mostrado”. Quem já não ouviu essa deprimente frase? Pois bem, esse tipo de “ideologia” é aplicada nas modas de hoje em dia. Aqui no Blog eu coloquei a notificação que o Cardeal Giuseppe Siri deu às mulheres sobre a questão das vestimentas. Há quem ache um absurdo o que ele disse, pois diz respeito ao uso de calça pelas mulheres. Mas o que isso tem a ver com a moda sexy? Tudo. À medida que a calça delineia o corpo da mulher da mesma forma como se ela estivesse nua, e por mais que se diga que calças folgadas são modestas, todas elas emolduram o corpo feminino, a saber: pernas, bumbum, virilha e quadril. Podem querer questionar: “ah, mas a saia também!” O fato é que saias modestas só fazem o contorno do perfil da mulher, da sua silhueta, e não “perimetral”. O que seria contorno perimetral? Quem é bom em matemática sabe que o perímetro é a soma de todos os lados de um objeto, é a soma do seu contorno. Pois bem, quando uma mulher usa calças, além da ideologia que a calça carrega (como o Cardeal Giuseppe Siri já explicou), há também o fato de que a calça contorna o corpo feminino. O homem, por sua natureza visual e sexual, vê esse contorno pelo lado da concupiscência e pode incorrer fatalmente em pecado.

Nossa Senhora, em 1917, já disse em Fátima: “Virão umas modas que desagradarão muito a Nosso Senhor”. Quanta tristeza não deve ter a Mãe de Nosso Senhor ao ver as mulheres – que deveriam ser o reflexo da sua Humildade, Pureza e Modéstia – praticamente despidas por aí, e pior, na Igreja. As mulheres ainda não entenderam que Deus precisa delas para a santificação do mundo. Eis aí, mulheres, a Missão à qual Deus lhes chamou: serem as educadoras para a santidade das famílias e da sociedade. E só é possível serem educadoras para a santidade através da pureza, modéstia e castidade, pois a pureza leva à modéstia e esta, por sua vez, leva à castidade porque é sua guardiã. Essas três virtudes têm uma importância crucial na vida de uma mulher que deseja ser cristã e católica em sua totalidade: elas a tornam semelhante à Virgem Santíssima, que foi totalmente Pura, totalmente Modesta e totalmente Casta, e por isso tão Bela, Santa e Agradável a Deus. Além disso, as virtudes da pureza, modéstia e castidade tornam a mulher um reflexo da Mãe de Deus, fazendo-a brilhar com a Luz da Virgem, tornando-a fonte inspiradora da prática das virtudes cristãs para adultos e crianças.

A primeira tentativa do demônio para a queda da humanidade foi por uma mulher: Eva. Hoje ele faz tentativas às filhas de Eva, porque sabe que a natureza feminina se rende aos caprichos da vaidade. É o culto ao corpo, culto às aparências, culto às etiquetas, à moda, à “fashionabilidade”, ao fútil e ao agradável, ao “doce e sensual”. Cristo sofreu atrozes dores por causa de nossos pecados, e mais especialmente, pelos pecados da carne, que hoje se tornaram “naturais” para a sociedade. Não é à toa que a Moda Sexy Feminina são os Espinhos da Coroa de Cristo. Mas por quê? Porque a Moda Sexy Feminina, querendo ou não, faz as pessoas pecarem. Neste artigo As modas “sexy”: o que pensam os homens vocês podem entender melhor o que eu quis dizer neste parágrafo. Então, mulher, não pense que sendo sexy você está sendo bela; ao contrário, você está sendo observada como um objeto. Sendo mais específica, vou citar o que um homem escreveu no Blog Moda e Modéstia: “As pessoas não sabem distinguir entre ser feminina e ser sexy. Hoje, quando uma mulher é chamada de «sexy» soa como um elogio e, pior, não conheço pessoalmente uma mulher que não goste de ser taxada assim. Para ser feminina não se pode, de modo algum, ser sexy. É contraditório, do ponto de vista cristão. Ser «sexy» é o mesmo que dizer que se deseja estar «excitante» para os homens. E sair por aí excitando homens, convenhamos, não é nada cristão. Na verdade, sair para excitar homens é o trabalho de prostitutas, por mais que esse argumento seja duro. Elas, as prostitutas, precisam expor o corpo ao máximo para excitar o homem o bastante, o bastante para fazê-los desejá-las, «custe» o que custar”[1].

Cristo nos quer puros, nos quer santos. Ele também quer que por meio de nós os outros também aprendam a pureza e a santidade. Homem e mulher foram criados por Deus e destinados à Santidade e à Glória Eterna, porém, por causa do pecado, da preguiça e da obstinação em continuar no pecado (e também na ignorância), muita gente perde isso.

Para complementar este artigo, vou colocar abaixo alguns dizeres de dois santos:

Padre Pio de Pietralcina:

“Eu quero que todos vocês, meus queridos filhos espirituais, combatam com o exemplo, e sem respeito humano uma santa batalha contra a moda indecente. Deus estará com vocês e irá salvá-los! As mulheres que procuram as vaidades do vestuário nunca poderão vestir a vida de Jesus Cristo, perdem cada um dos ornamentos da alma, logo que esse ídolo entra em seus corações. Cuidado com qualquer vaidade em suas roupas, porque o Senhor permite a queda dessas almas por causa dessa vaidade.”

“A carne descoberta vai queimar!”

Dom Bosco:

Um dia Dom Bosco percebeu que duas senhoras estavam vestidas indecentemente, mas ele não tinha a intenção de insultá-las, então ele começou a falar com a moça que estava com eles. “Gostaria que você explicasse uma coisa para mim”, começou. Ele perguntou por que ela tinha tanto desprezo pelos seus braços. Ela respondeu-lhe que ela não tinha e quando ele insistiu a mãe dela disse: “Pelo contrário, muitas vezes tenho de ralhar com ela por sua vaidade. Além de lavá-los, ela até mesmo os perfuma com água de colônia”. Ele continuou a falar com a menina dizendo que é exatamente por isso que ele disse que ela tinha desprezo pelos seus braços. “Porque quando você morrer, seus braços serão queimados no fogo do inferno.” Ela ficou alarmada e ele passou a dizer que ela provavelmente iria acabar no purgatório e só o Senhor sabia por qual período de tempo. Disse-lhe que as chamas sobem pelos braços e queimam até o pescoço. Depois disto a mãe compreendeu o seu dever de instruir melhor a filha e quando de Dom Bosco as viu em outras visitas elas estavam sempre vestidas modestamente”. (Smiling Dom Bosco. Joseph L. Chiavarino).

Vou terminar este artigo com uma frase dita pelo Papa Pio XII: “Os direitos da alma estão acima dos direitos da moda”. Então, mulher, não se constranja e nem hesite em ser modesta, em lutar contra o mundo, em rejeitar as modas impostas pela mídia. Você pode ser insultada, caçoada, humilhada, mas não desanime e nem olhe para trás. Enquanto outras mulheres cravejam a cabeça de Jesus Cristo com suas modas indecentes, seja você a colocar flores na cabeça de Nosso Senhor com sua modéstia e seu pudor. Saiba que sua decisão pela modéstia, pelo recato e pela pureza lhe renderá flores de glória para lhe adornar no céu!

[1] Blog Moda e Modéstia. Acesso em 10 abril de 2010. URL: <http://modaemodestia.wordpress.com/artigos/opiniao-de-um-catolico-sobre-moda-e-modestia/>

Leitura Complementar: 

Comentários ( 24 )

  • Melissa, que bela meditação! Isso sim é “beleza”, beleza que agrada a Deus!

    Fujamos da moda sexy e moda mundana como fujimos de satanás, pois ele anda como leão a devorar nossa alma e através da Mulher Católica a toda a humanidade! E fujamos da imodéstia, espinho na coroa de Nosso Senhor e instrumento para perdição eterna!

    Pax

  • É verdade… Cada dia está ficando mais difícil conviver com esse descaso pela modéstia que o mundo apregoa por aí. A coisa mais triste é que as crianças estão entrando nessa “moda” desgraçada também, e ninguém quase combate o mal nem a degeneração moral que se instalou em nossos meios, especialmente nos meios católicos!… Que tragédia!

  • Melissa, muito bom seu post!

    O interessante é que arrumamos todo tipo de desculpas para continuar usando calças, mas por milênios as mulheres fizeram todo tipo de serviço usando saias! rsrsrs
    E na maioria das vezes as saias eram longas, com outras saias por baixo. Plantavam, colhiam, faxinavam, andavam pelas cidades enlameadas (às vezes usando um salto plataforma para ficar distantes do chão sujo), trabalhavam no comércio, nos hospitais, nas escolas, enfim, faziam os serviços sempre com saias… Mas hoje em dia até parece que somente as mulheres modernas trabalham! Parece até que as mulheres de antigamente ficavam de pernas para o ar o dia inteiro com máquinas trabalhando para elas! Ora, sabemos o absurdo que é pensar algo assim, então porque achamos tão difícil assim usar saias para trabalhar? Não é interessante? Eu dava tantas desculpas! Hoje vejo como estava iludida.

    E também precisamos lembrar que a vida não é fácil mesmo, que todos precisam se sacrificar um pouco para chegar ao Reino dos Céus. Mas não é isso o que vemos por aí, vemos somente as pessoas querendo facilidades, querendo gozar, curtir a vida, ficar virando de um lado para o outro na areia da praia como se fosse um bife à milanesa… Estamos esquecendo a dignidade que nós foi dada por Deus quando nos criou à Sua Imagem e Semelhança, trocando isso para poder curtir melhor as coisas do mundo e ainda dando desculpas em cima de desculpas para continuar a viver do mesmo jeito de sempre, sem querer avançar mais no caminho espiritual.

    Que nós possamos realmente cumprir nossas obrigações materiais e espirituais sempre com dignidade, sempre de forma modesta!

    Nossa Senhora, Rainha da Modéstia, rogai por nós!

  • Anônimo, só de não postar aqui com seu nome já mostra que é um covarde, portanto não há lugar para você aqui.
    As coisas de Deus são para a compreensão aqueles que as vivem.
    Passar bem.

    Salve Maria Santíssima.
    Giselle.

  • Olá! Obrigada pela dica! Já estou preparando um artigo sobre Roupas para a Missa e lá vou colocar alguns modelos de roupas modestas para serem usadas!

    Fica com Deus e obrigada pela visita!

  • Ola Melissa, olha concordo com 50% da materia, sou catolica e o que vc disse sobre o respeito na hora de se vestir está totalmente certo.
    os outros 50% eu discordo na questão “moda é ter pouco pano e tais buracos”. Sou estudante de moda e posso lhe garantir que moda mesmo é ter respeito e ser respeitada, não existe nada mais elegante que uma mulher bem vestida e seu corpo bem reservado. Decote não pode passar dos 10 cm do pescoço a baixo, saias não antes que 5 cm do joelho. Mostrar barriga JAMAIS!!!
    O que as lojas vendem é o que as mulheres querem, ou seja, hoje em dia o que mais importa nas mulheres eh chamar a atençao dos homens e por falta de “conteudo” elas investem na “embalagem” e o que homem de hj busca é o sexo, resultado: pouca roupa e pessoas momentaneamente satisfeitas no prazer.
    Espero que não em entenda mal, gosto das suas materias :D Beijos fica com Deus.

  • Oi, Bruna, Salve Maria!!

    Obrigada por sua explicação! Quando eu me referi à moda eu quis dizer em relação ao que temos por aí à venda. Talvez usei de forma errada a palavra, enfim, mas obrigada pela sua explicação. Eu sinceramente não sabia que havia regras de medida na moda. Por favor, me escreva, gostaria de conversar com você a respeito disso!

    Beijos e fica com Deus!

  • Acessaram o sucessão desse post, mas n tem link aqui.

    **************** Aqui em SJCampos, Renner n é loja de povão Melissa! N sabia que tinha essa diferença com outros Estados.

    *************Olha no meu caso n é desculpa n ter dinheiro pra comprar saia e vestido, é n ter mesmo. kkkkkkkkkkkkkkk Mas pra sair eu já tenho.

  • kkk… fui eu que acessei daqui. Estava com a página aberta deste post e fui ver seu blog. Vi que você acessou o meu também da página que eu acessei no seu kkkk…

    Hmm… Bom, não sei se eu usei mal esse termo “loja de povão”, geralmente eu associo esse nome a lojas que vendem roupas de mesmo modelo/padrão em série rsrs… Tem até roupa de boa qualidade, agora de boa modelagem e modesta hmmm… é uma dificuldade! Digo isso porque vivo entrando em Renner, C&A e nunca encontro nada que me sirva ou que fique modesto. Eu não tenho problemas com “loja de povão”, se eu vejo uma roupa que eu gosto, eu entro e compro rsrsrs… o problema é achar roupa decente.

  • Adorei seu blog Melissa..

    Sou Bonifácio, tenho 22 anos e posso contar nos dedoas as vezes que vi mulheres nova vestindo roupas modestas que escondem suas formas fisicas femininas de seus corpos…

    Em canso de ver na missa meninas de 6-10 anos (e tambêm mulheres de 15-30 anos) vestindo shorts curtissimos e puxando e ajeitando a calça, com o perdão da palavra, pra ficar mais colada em sua bunda e ficar mais sexy…

    Eu fico enojado ao ver isso, mas eu entendo o porque de tudo isso e vou dizer o porque que isso está assim:

    Ví que no seu Blog você condena o Comunismo, portanto você conhece o perigo da foiçe e o martelo e como essa ideologia é monstruosa, e vou dizer aqui pra você que a culpa das mulheres se vestirem como prostitutas (estude história e você verá que as protitutas dos séculos passados vestiam roupas bem chamativas e apertadas em bordeis e casas de sexo pra mostrar seu valor sexual pra atrair clientes)é do comunismo…

    Existe um livro chamado The Naked Communismo feito por uma americano nos anos 60 mostrando as 45 estratégias dos comunistas nos EUA e veja algumas das estratégias em relação a sexualidade e a moralidade:

    Vou introduzir com uma frase de um dos maiores mentores do Comunismo e Lider da Antiga UNião Soviética Joseph Stalin:

    “A América (EUA) é um corpo muito saudável, e sua resistência é triplice: sua MORALIDADE, seu patriotismo e sua VIDA ESPIRITUAL. Se pudermos minar esta 3 areas a América entrará em colapso a partir de dentro”

    Trecho das 45 estratégias comunistas nos EUA (isso se aplica em todos os países cristãos e no nosso Brasil)

    * Obter o controle das escolas. Usá-las como canais de transmissão para o socialismo e propaganda comunista. Suavizar o currículo. Obter o controle das associações de professores. Coloque a linha do partido e do comunismo nos livros didáticos.

    * Ganhar o controle de postos-chave em radios, tv, imprensa, revistas e etc…

    * Quebrar os padrões culturais da moralidade, promovendo a pornografia e obscenidade em livros, revistas, filmes, rádio e TV.

    * Desacreditar a família como uma instituição. Incentivar a promiscuidade e do divórcio fácil.

    Link das 45 estratégias do comunismo: http://www.rense.com/general32/americ.htm

    Estas estratégias foram documentadas neste livro: http://www.amazon.com/Naked-Communist-W-Cleon-Skousen/dp/1568493673

    Então pelo que relatei fica facil de entender o porque que as mulheres se vestem assim:

    Primeiro, os comunistas tomaram a imprensa e escolas e usam elas pra incentivar a promiscuidade

    Segundo, eles tomaram as revistas e tv e propagam a moda, ou seja propagam essas roupas de poritutas como roupas normais.

    Deus te abençoe e parabens pelo seu Blog!

  • Olá, Bonifácio, Salve Maria!

    O Comunismo é uma desgraça. Eu vi uma vez num site (infelizmente não me lembro mais qual é) várias frases de líderes comunistas sobre como destruir a mulher e, a partir dela, a sociedade. O pior de tudo é que a gente está vendo tudo isso acontecer debaixo de nossos olhos, de forma muito rápida! Isso é tão triste!

    Que Deus nos ajude e, especialmente, nos livre do flagelo do comunismo!

    Fico feliz que tenha gostado do meu blog!

    Fica com Deus! Obrigada pela visita e volte sempre!

    • concordo querida, lá em casa, só eu meu pai e minha avó pensam assim , minha mãe diz que estou com cabeça de minhoca mas sempre vou ser feminina , não feminista

  • antigamente as mulheres eram dominadas pelos homens ,hoje são dominadas por elas mesmas,por esse desejo de chamar a atenção masculina de forma inadequda,se as mulheres usassem roupas adequadas talvez o bumbum não fosse a preferencia nacional,e os programas de tv verdadeiros shows de prostituição com mulheres exibindo seus corpos para atrair audiencia.

  • Há o esquecido pecado do escândalo: todas as vezes que uma mulher provoca maus pensamentos por ex., podem também ser homens igualmente, embora as mulheres não sejam nesse ponto como os homens, a pessoa responderá pelo seu pecado público e ainda pelos dos outros conjuntamente por ter sido o pivot de maus pensamentos e ações

  • Também, os comunistas-socialistas estão usando o corpo da mulher para subverter a sociedade, pois um povo estilhaçado moralmente é fácil de ser dominado.Daí, jamais votar nesses candidatos e partidos.

Os comentários estão fechados.